Brincarte- Conservatório no Espaço da Escola

O Projeto Brincarte pretende atender o disposto no art. 37 da resolução nº 08 de 27/01/2000, no que se refere ao ensino de arte nas escolas de ensino regular do sistema público mineiro. Este projeto surgiu no ano de 2001 e hoje conta com dez professores, dentre as mais variadas áreas da arte, sendo: 01(uma) professora de teatro, 02(dois) de teclado, 02(dois) de piano, 01(um) de violão, 02(dois) de flauta-doce e 01(um) professor de percussão e 01(uma) professora de Canto Coral.

Baseado no pressuposto de que a educação musical exerce um fator preponderante na construção do ser e, ainda, que a arte não conseguiu conquistar nas escolas regulares “um espaço definitivo, isto é, com abrangência, continuidade e qualidade” (possivelmente pela falta de profissionais devidamente habilitados) e de que temos uma missão social na tentativa de trabalhar a arte- educação nas escolas públicas, viu- se a necessidade do desenvolvimento deste projeto.

O maior prazer que a criança poderá sentir é o de encontrar a si mesma no exercício livre de criar e inventar. O educador deverá estar atento à necessidade, demonstrando simpatia e respeito pela forma especial de cada criança se expressar, percebendo-lhe o momento e suas especificidades. Dessa forma, a escola estará cumprindo o seu objetivo maior: de apontar caminhos para descobertas, promover a indagação, abrir espaços para o ver e o sentir, o experimentar.

Assim, tendo em vista a importância do lúdico, do ato de criar/inventar através da arte, na formação do ser humano ao longo do seu processo de educação, é que se justificou a realização deste projeto no espaço da escola regular, investindo em uma formação ampla e abrangente do educando.

O Projeto Brincarte tem por objetivo geral:

  • Redescobrir a roda com suas canções;
  • Trabalhar o ritmo interno;
  • Ouvir, pesquisar e interpretar histórias;
  • Musicalizar, através de canções;
  • Oportunizar novas formas de brincar.

O Projeto Brincarte também busca contribuir para o desenvolvimento psicomotor e cognitivo dos educandos, mas foi a partir do ano de 2004, baseado no pressuposto de que a educação musical exerce um fator preponderante na construção do ser, que este Projeto passou a se preocupar também com a função social, que nós - professores de arte, poderíamos desempenhar dentro da escola.

Com este propósito o projeto passou a construir as atividades das aulas norteadas por um tema considerado importante após reflexões e pesquisas nas reuniões semanais, como por exemplo: “Água Fonte de Vida, Fraternidade – “Não à Violência;  Fraternidade – Levanta-te, vem para o meio - “Fazer um bem faz bem”;  “Somos iguais nas diferenças”;  “Alma não tem cor”; Cantata de Natal; “Pequeno Cidadão”.

Os alunos assistidos pelo Brincarte são aqueles regularmente matriculados nas quatro primeiras séries do Ensino Fundamental. São desenvolvidas atividades como improvisação, contação de histórias, jogos dramáticos, jogos tradicionais, exploração sonora corporal, músicas, observação da sociedade e cultura em que estão inseridos.

Imagem sem legenda.
Imagem sem legenda.
Imagem sem legenda.
Em 2000...bem no começo!
Imagem sem legenda.
Imagem sem legenda.
Imagem sem legenda.
Imagem sem legenda.
Imagem sem legenda.
Imagem sem legenda.
Imagem sem legenda.
Imagem sem legenda.
Imagem sem legenda.
Imagem sem legenda.
Imagem sem legenda.